Sobre

Denise Guarita
Goiânia-GO

Biografia: Obesa em recuperação: deseja compartilhar experiências no processo de emagrecimento através de atividade física, reeducação alimentar e uma ferramenta muito útil: CIRURGIA BARIÁTRICA

Ver perfil completo

 

3 comentários sobre “Sobre

  1. Oi Denise, estou com 42 de IMC, mas mais do que isso, estou muito infeliz!
    Engordei por conta das crises depressivas e da ansiedade descontada na comida…resumidamente: estou há 10 anos praticamente deitada e comendo descontroladamente!
    Já fazem 6 meses que não tenho surto depressivo, 3 que fiz alguns ajustes na minha rotina. Durmo e acordo cedo, como comida mais vezes por semana ( no lugar de lanches), saio com o meu cachorro 2x por dia…enfim, pra muitos é nada, mas pra mim é um milagre. Isso me faz ter atitude para operar, mas confesso que tenho muito medo da depressão voltar! Por outro lado, estou convencida de que com esse peso, e essa apatia causada por ele, vou ficar nesse “limbo”e engordar mais.
    Enfim, as minhas dúvidas são: por eu estar há tanto tempo parada ( sinto minha coluna e músculos abdominais inflamados e a musculatura das pernas parecem um mingau!) E com o fôlego curto até em repouso, podem ser um impedimento?
    Depressão e compulsão alimentar são considerados e controláveis nesse processo?
    Vc diz que fez por um plano, foi Unimed?
    Mesmo o plano cobrindo o procedimento, creio que algumas especialidades e materiais não são cobertos. Quanto devo ter de caixa pra fazer o processo pre e nos primeiros 3 meses de pós?
    Querida, histórias como as suas são inspiradoras e encorajadoras.
    Sei que não é especialista e não vou considerar como tal, mas no que puder me ajudar com a sua experiência será muito valorizado.
    Parabéns pela trajetória!
    Jaque

    Sei que não é especialista

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi Jaqueline!

      O perigo da depressão voltar está no quanto você espera da cirurgia. As pessoas que costumam ter problemas psicológicos no pós operatório são as que acreditam que a cirurgia será a solução para TODOS os problemas da vida, o que na verdade não ocorre. Um acompanhamento psicológico é fundamental no processo. Você vai precisar fazer fisioterapia pulmonar também para resolver esse problema do fôlego curto.

      Meu plano foi ipasgo, hoje tenho Unimed. Gastei uns 3.000 por fora, mas foi em 2012.

      Precisando falar comigo, pode me acompanhar pelo instagram @jatesteireceitasfit! Ficarei feliz em ajudar! 😘

      Curtir

      1. Muito obrigada pela resposta!
        Entendo o que disse sobre a expectativa.
        Eu tenho consciência de que é uma dolorosa etapa para forçar novos hábitos.
        Minha expectativa e a de ter mais mobilidade e, em curto prazo, caber nas roupas pra poder procurar um emprego.
        Vc fala com muitas pessoas sobre o assunto se puder me indicar um médico aqui em Gyn da Unimed, pra eu começar o processo, serei muito grata!
        (não tenho instagram)
        Um abraço e tudo de bom!

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s